Equipe Macaense se especializa em formar campeões

Por Jornal Expresso 24/03/2017 - 15:51 hs

Seja como esporte competitivo ou mesmo uma forma de se exercitar e ganhar mais qualidade de vida, as artes marciais nunca estiveram tão em voga. No rastro de competições de nível mundial de Artes Marciais Mistas (MMA, na sigla em inglês), uma verdadeira multidão de adeptos tem buscado as academias querendo se tornar, quem sabe, o próximo Anderson Silva ou a próxima Amanda Nunes que são os atuais lutadores mais famosos do país. Em Macaé, a busca por esportes usados como base no MMA (Jiu-Jitsu, Boxe e Muay Thai) tem crescido cada vez mais. Porém, nem todos os professores são devidamente certificados e reconhecidos por suas federações, o que representa um risco tanto para o atleta, quanto para a credibilidade das competições locais. Em Macaé, um dos professores que são preparados e reconhecidos para atuar neste campo é Aldemir Miza, veterano do Boxe que atua há anos formando campeões em toda a região.

Miza, atualmente lidera a equipe Miza Fight, que forma atletas para a competição em diversas modalidades esportivas, além do próprio MMA. Recentemente, sua equipe fundiu-se à Academia Studio Metamorfose, na busca de um melhor espaço e mais estrutura de treinamento. Além das aulas de boxe (com Miza), o local também treina equipes de Jiu-Jitsu, KickBoxing, Judô e Muay Thai (Miza). Além do próprio Miza, a academia conta com professores confederados e uma equipe multidisciplinar de apoio, formada por médico, nutricionista e preparadores físico. “No quesito qualidade, somos campeões. Nosso foco não é apenas competir e sim garantir que nossos atletas tenham plenas condições físicas e emocionais para enfrentar todos os desafios da vida, seja dentro ou ou fora do octágono”, disse Miza.

Competições – Após 8 anos sem competir, o renomado Atleta Felipe Valentin (o Fil), uma das “pratas da casa” voltou a competir em Macaé, por coincidência, no bairro onde mora (Aroeira). Porém, o atleta acabou sentindo o peso de ter passado tanto tempo sem competir e, sem ritmo, perdeu a luta. “Que sirva de aprendizado para a gente. Viemos do boxe e estamos nos aventurando no MMA. Vamos focar no preparo físico para chegarmos inteiros nas próximas competições”, disse Miza, destacando as outras "promessas" da equipe, que possivelmente despontarão nas próximas competições: Alexandre (16 anos), Mateus (21 anos) e Calibe (23 anos).

Agradecimentos – Em sua entrevista, Miza fez questão de agradecer aos apoiadores da equipe, que são os preparadores físicos Denis Portugal e Aquilys, Resende Mesas (tel:  99801-4445) e o próprio Studio Metamorfose, através de seus proprietários Jorge e Alice. “Sem este apoio, não poderíamos chegar onde chegamos e nem sonhar com onde ainda iremos de chegar”, destaca.

 

 

Veja abaixo o quadro de horários das aulas