26 de abril: um dia para pensar na sua pressão arterial

26 de abril: um dia para pensar na sua pressão arterial

Por Jornal Expresso 25/04/2017 - 17:50 hs

As doenças cardiovasculares são as que mais matam no mundo. No Brasil, segundo dados da Sociedade Brasileira de Hipertensão, cerca de 820 pessoas morrem por dia devido à pressão alta ou complicações que ela pode causar, ou seja, 1 morte a cada 2 minutos. Para conscientizar a população para a gravidade da pressão alta, foi criado o Dia Nacional de Combate à Hipertensão Arterial, comemorado amanhã, 26 de abril.

O Ministério da Saúde estima de no país há aproximadamente 30 milhões de hipertensos, mas apenas 10% fazem o controle adequado da doença. “As graves consequências da pressão alta podem ser evitadas, desde que os hipertensos conheçam sua condição e mantenham-se em tratamento. A pressão alta não tem cura e os pacientes devem seguir o tratamento acompanhado do seu médico”, destacou o cardiologista da Unicor Macaé, Matheus Sigiliano Carneiro.

O médico destacou que a pressão alta é grave e pode ser uma "inimiga silenciosa", já que muitas vezes o paciente não sente nada. “Os sintomas mais comuns são dor de cabeça, cansaço, tonturas e sangramento pelo nariz. É importante destacar que crianças e adolescentes também podem ter pressão alta e os hábitos familiares influenciam muito no desenvolvimento da doença”, reforçou dr. Matheus.

A alimentação saudável, prática regular de exercícios e controle do peso são fundamentais para controlar a pressão arterial. “A orientação para a prevenção é ter uma vida saudável: evitar sal, temperos prontos, alimentos gordurosos, frituras, embutidos, não fumar, evitar o stress, controlar o colesterol e o diabetes. A prática de exercícios físicos, pelo menos 30 minutos por dia, também é fundamental para a prevenção da doença”, concluiu.