Segurança na pauta de prefeita e comandante do 32º BPM

Por Jornal Expresso 12/12/2017 - 18:26 hs

A prefeita de Quissamã, Fátima Pacheco, recebeu na tarde desta segunda-feira (11) o coronel Marco Aurélio Vollmer, comandante do 32º Batalhão de Polícia Militar. Na pauta, a tentativa de arrombamento do caixa eletrônico instalado em frente ao Hospital Mariana Maria de Jesus, que resultou na invasão da unidade de saúde durante a madrugada. Na ação, os marginais atiraram contra a guarita, usada por guardas municipais que fazem plantão no local. O encontro contou ainda com a participação do vice-prefeito Marcelo Batista, do presidente da Câmara Municipal, Luciano Pessanha, dos vereadores Calico, José Borba e Luiz de Acil, do coordenador especial de Segurança Pública, Janderson Chagas, e do comandante da Guarda Municipal, Arilson Barros, e de representantes da Associação Empresarial.

Fátima demonstrou preocupação com o crescimento da violência na cidade. “Essa ação dos marginais no caixa eletrônico em frente ao hospital é o retrato do momento que vivemos hoje. Já assinei ofício que será enviado à Caixa Econômica solicitando a retirada dos terminais bancários da calçada do hospital e do hall da sede da Prefeitura, com objetivo de preservar a segurança dos servidores”, ressaltou.

A prefeita lembrou que em maio de 2014, bandidos assaltaram a agência do Banco do Brasil e depois invadiram a Prefeitura, que fica ao lado, para arrombar dois terminais, amordaçando um guarda municipal.

Os comerciantes falaram da necessidade de reforço no policiamento no final de ano, quando as lojas funcionam até mais tarde e o fluxo de consumidores é maior nas ruas. Vollmer adiantou que o 32º BPM fará uso de estratégias de inteligência, com a realização de operações diferenciadas na cidade. “Vamos nos empenhar para que fatos como esse não se repitam”, comentou.

A prefeita disse que não medirá esforços para que o projeto de monitoramento de câmeras seja implantado no próximo ano. “É um sistema que exige investimento considerável e está entre as prioridades para 2018. Vamos também investir na compra de veículos e equipamentos para a Guarda”, acrescentou Fátima, lembrando que uma parceria com o governo do Estado possibilitou a reabertura do DPO de Barra do Furado, que ficou fechado por mais de dois anos.